fbpx Fundamentos do Design | Editora LT
Capa Fundamentos de Design

Fundamentos do Design

DOWNLOAD MANUAL DO PROFESSOR
previs√£o de envio*:
em at√© 7 dias √ļteis
De: R$ 201,20 Por: R$ 171,02
Formas de Pagamento

à vista sem juros ou em até 12x com juros no cartão de crédito

Em nosso cotidiano estamos cercados por imagens, m√°quinas, ferramentas,¬†mobili√°rios e v√°rios outros objetos que servem para as mais diferentes¬†finalidades. Todas as coisas que conhecemos e que n√£o s√£o frutos da natureza¬†foram projetadas pelo homem e esta √© uma demanda que vem crescendo¬†com o tempo.¬†Nem sempre existiram os artefatos, produtos e todos os bens materiais¬†produzidos pela ind√ļstria, tal qual conhecemos nos dias atuais. Muito embora,¬†v√°rios dos produtos que conhecemos atualmente sejam frutos de design,
nem sempre foi assim.
Com a introdu√ß√£o da m√°quina a vapor foi poss√≠vel investir em uma produ√ß√£o¬†muito superior √†quela at√© ent√£o realizada tradicionalmente por meios¬†artesanais. Assim, a partir da Revolu√ß√£o Industrial v√°rias tentativas foram¬†realizadas para que fosse conciliado o trabalho do artista com o do artes√£o¬†por meios industriais; ela, tamb√©m, implementou nas sociedades europeias¬†forte impulso na produ√ß√£o de bens e produtos com finalidades espec√≠ficas.¬†Somente em 1919 surge a Bauhaus, um marco na hist√≥ria do design. Essa escola¬†sustentou normas e padr√Ķes sobre aquilo que atualmente conhecemos¬†como design. √Č poss√≠vel afirmar que a profiss√£o foi concebida dentro dela.
Com a moderniza√ß√£o das sociedades movida por uma sucess√£o de progresso¬†e avan√ßos tecnol√≥gicos surgem demandas das mais variadas e a comunica√ß√£o¬†passa a ser imprescind√≠vel, com isso os meios de comunica√ß√£o¬†impressa se desenvolvem e um novo ramo do design emerge. √Č o design gr√°fico,¬†servindo √† comunica√ß√£o visual e se adaptando √†s novas modalidades de¬†impress√£o concomitantemente com o surgimento da fotografia, que se torna¬†um novo e importante aliado.
Mas afinal o que √© design? A pergunta √© breve, mas a resposta requer¬†um tempo maior para ser elaborada e ajustar-se a cada realidade e tempo,¬†ou seja, em seu contexto social, conforme veremos ao longo desta obra.¬†De qualquer forma, √© poss√≠vel antecipar uma resposta universal dizendo que¬†o design √© uma ideia projetada ou um plano para solucionar um determinado¬†problema. O design corporifica essa ideia por meio da linguagem material¬†e para tal, desenhos, modelos e projetos s√£o utilizados para que a solu√ß√£o do¬†problema se torne visualmente representada.¬†Entre as diferentes √°reas do design destacamos como principais o design¬†de produto, gr√°fico, de ambientes e de moda. Adv√©m destes o design de embalagem,¬†de cal√ßados, de m√≥veis e de joias. Por√©m, √© importante ressaltar que¬†com a recente revolu√ß√£o causada pela ind√ļstria da inform√°tica surgiram novas¬†modalidades como web design e design de games. Esse movimento fez tamb√©m
com que muitas outras atividades, incluindo a publicidade e o marketing, se¬†apropriassem da express√£o design devido √† sua import√Ęncia crescente. A pr√°tica¬†do design tem passado por mudan√ßas importantes, sobretudo provocadas¬†pela inform√°tica e internet, com o surgimento de projetos digitais, home offices,¬†portf√≥lios¬†on-line, a prolifera√ß√£o de trabalhos em s√©rie e de bancos de imagens.¬†Diante desse cen√°rio, o presente livro apresenta orienta√ß√Ķes pr√°ticas e importantes¬†sobre os v√°rios campos de atua√ß√£o do designer e com isso pretende oferecer¬†uma ampla vis√£o da futura profiss√£o.
O livro também traz uma reflexão sobre o design socialmente comprometido, pois entendemos que a qualidade de vida e um mínimo de conforto não estão a serviço da individualidade e tão pouco existem em meio à desarmonia. Devemos compreender que o bem-estar é um direito que devemos promover em nós, mas, sobretudo, enquanto projetistas, temos por base atender aos anseios de um coletivo.

Produção Cultural e Design

Técnico em Artes Visuais

Técnico em Comunicação Visual

Técnico em Design de Calçados

Técnico em Design de Embalagens

Técnico em Design de Interiores

Técnico em Design de Joias

Técnico em Design de Móveis

Técnico em Produção de Moda

Cap√≠tulo 1 –¬†Design ou Desenho?

Cap√≠tulo 2 –¬†Caminhos do Design

Cap√≠tulo 3 –¬†Design, Configura√ß√£o e Sinais

Cap√≠tulo 4 –¬†Grandes √Āreas e Fun√ß√Ķes¬†do Design

Cap√≠tulo 5 –¬†Modos de Express√£o e de Representa√ß√£o¬†do Design

Cap√≠tulo 6 –¬†A Pr√°tica do Design

Cap√≠tulo 7 –¬†O Projeto Criativo

Cap√≠tulo 8 –¬†T√©cnicas de Fabrica√ß√£o, Produ√ß√£o e Materiais

Cap√≠tulo 9 –¬†Design e Ergonomia

Cap√≠tulo 10 –¬†Design para Todos

  • Descri√ß√£o

    +

    Em nosso cotidiano estamos cercados por imagens, m√°quinas, ferramentas,¬†mobili√°rios e v√°rios outros objetos que servem para as mais diferentes¬†finalidades. Todas as coisas que conhecemos e que n√£o s√£o frutos da natureza¬†foram projetadas pelo homem e esta √© uma demanda que vem crescendo¬†com o tempo.¬†Nem sempre existiram os artefatos, produtos e todos os bens materiais¬†produzidos pela ind√ļstria, tal qual conhecemos nos dias atuais. Muito embora,¬†v√°rios dos produtos que conhecemos atualmente sejam frutos de design,
    nem sempre foi assim.
    Com a introdu√ß√£o da m√°quina a vapor foi poss√≠vel investir em uma produ√ß√£o¬†muito superior √†quela at√© ent√£o realizada tradicionalmente por meios¬†artesanais. Assim, a partir da Revolu√ß√£o Industrial v√°rias tentativas foram¬†realizadas para que fosse conciliado o trabalho do artista com o do artes√£o¬†por meios industriais; ela, tamb√©m, implementou nas sociedades europeias¬†forte impulso na produ√ß√£o de bens e produtos com finalidades espec√≠ficas.¬†Somente em 1919 surge a Bauhaus, um marco na hist√≥ria do design. Essa escola¬†sustentou normas e padr√Ķes sobre aquilo que atualmente conhecemos¬†como design. √Č poss√≠vel afirmar que a profiss√£o foi concebida dentro dela.
    Com a moderniza√ß√£o das sociedades movida por uma sucess√£o de progresso¬†e avan√ßos tecnol√≥gicos surgem demandas das mais variadas e a comunica√ß√£o¬†passa a ser imprescind√≠vel, com isso os meios de comunica√ß√£o¬†impressa se desenvolvem e um novo ramo do design emerge. √Č o design gr√°fico,¬†servindo √† comunica√ß√£o visual e se adaptando √†s novas modalidades de¬†impress√£o concomitantemente com o surgimento da fotografia, que se torna¬†um novo e importante aliado.
    Mas afinal o que √© design? A pergunta √© breve, mas a resposta requer¬†um tempo maior para ser elaborada e ajustar-se a cada realidade e tempo,¬†ou seja, em seu contexto social, conforme veremos ao longo desta obra.¬†De qualquer forma, √© poss√≠vel antecipar uma resposta universal dizendo que¬†o design √© uma ideia projetada ou um plano para solucionar um determinado¬†problema. O design corporifica essa ideia por meio da linguagem material¬†e para tal, desenhos, modelos e projetos s√£o utilizados para que a solu√ß√£o do¬†problema se torne visualmente representada.¬†Entre as diferentes √°reas do design destacamos como principais o design¬†de produto, gr√°fico, de ambientes e de moda. Adv√©m destes o design de embalagem,¬†de cal√ßados, de m√≥veis e de joias. Por√©m, √© importante ressaltar que¬†com a recente revolu√ß√£o causada pela ind√ļstria da inform√°tica surgiram novas¬†modalidades como web design e design de games. Esse movimento fez tamb√©m
    com que muitas outras atividades, incluindo a publicidade e o marketing, se¬†apropriassem da express√£o design devido √† sua import√Ęncia crescente. A pr√°tica¬†do design tem passado por mudan√ßas importantes, sobretudo provocadas¬†pela inform√°tica e internet, com o surgimento de projetos digitais, home offices,¬†portf√≥lios¬†on-line, a prolifera√ß√£o de trabalhos em s√©rie e de bancos de imagens.¬†Diante desse cen√°rio, o presente livro apresenta orienta√ß√Ķes pr√°ticas e importantes¬†sobre os v√°rios campos de atua√ß√£o do designer e com isso pretende oferecer¬†uma ampla vis√£o da futura profiss√£o.
    O livro também traz uma reflexão sobre o design socialmente comprometido, pois entendemos que a qualidade de vida e um mínimo de conforto não estão a serviço da individualidade e tão pouco existem em meio à desarmonia. Devemos compreender que o bem-estar é um direito que devemos promover em nós, mas, sobretudo, enquanto projetistas, temos por base atender aos anseios de um coletivo.

  • Grupos

    +

    Produção Cultural e Design

  • Cursos atendidos

    +

    Técnico em Artes Visuais

    Técnico em Comunicação Visual

    Técnico em Design de Calçados

    Técnico em Design de Embalagens

    Técnico em Design de Interiores

    Técnico em Design de Joias

    Técnico em Design de Móveis

    Técnico em Produção de Moda

  • Sum√°rio

    +

    Cap√≠tulo 1 –¬†Design ou Desenho?

    Cap√≠tulo 2 –¬†Caminhos do Design

    Cap√≠tulo 3 –¬†Design, Configura√ß√£o e Sinais

    Cap√≠tulo 4 –¬†Grandes √Āreas e Fun√ß√Ķes¬†do Design

    Cap√≠tulo 5 –¬†Modos de Express√£o e de Representa√ß√£o¬†do Design

    Cap√≠tulo 6 –¬†A Pr√°tica do Design

    Cap√≠tulo 7 –¬†O Projeto Criativo

    Cap√≠tulo 8 –¬†T√©cnicas de Fabrica√ß√£o, Produ√ß√£o e Materiais

    Cap√≠tulo 9 –¬†Design e Ergonomia

    Cap√≠tulo 10 –¬†Design para Todos